Tendências
Open Panel
ALE-RR

Como se vestir como uma It Girl francesa.

Vamos ser honestas quando se trata de moda, a França tem um sem número de It Girls. Com musas e ícones como Jane Birkin, Brigitte Bardot, Inès de la Fressange e Clémence Poésy, como não querer copiá-las? E mais importante, qual é o segredo para parecer incrivelmente chique sem, aparentemente, esforçar se para isto? 

Je ne sais quoi.

 

O que sei é que Catherine Deneuve, vestida em um pretinho básico e com os cabelos em um coque frouxo parecia chiquérrima. Charlotte Gainsbourg é a versão atualizada, usando pouco mais que uma capa de chuva e jeans, É CHIC – parece muito simples, mas é um look casual altamente estudado.
Deus sabe que tentamos, compramos T-shirts listadas, sapatos e bolsas francêses, maquiagem e perfumes no duty free no caminho de casa. Mas em algum lugar no mix entre essa contenção hábil e a sutileza parisiense, nos perdemos. O estilo brasileiro é “cheguei”. Mesmo os nossos modelos clássicos são demasiadamente brilhante para os padrões franceses, com o sapato, a bolsa e os cabelos todos os concorrendo para a sua própria glória.
Estilo francês é sempre uma questão de menos. Segue a tendência anti-moda, que está tão na moda – sem trocadilhos.

Eu perguntei a amigas minhas francesas qual o segredo de estilo delas? Recebi várias respostas e achei que seria legal dividi-las com vocês.

Coordenar as peças. Mesmo que uma mulher francesa esteja vestindo um top listrado, sapatos vermelhos, e um monte de pulseiras e jeans que ela vai se esforçar para juntar todos os elementos de uma forma harmoniosa. As listras e os jeans vão ser de uma cor neutra, as pulseiras terão cores básicas como o marfim ou o cacau. Aliás eu descobri que o cacau é uma paixão das francesas, e junto com o tom palha e o mel dominam os armários; eles permitem o uso e abuso acessórios que vão se mesclar, numa coordenação elegante.

Desconstruir o look.  O seu terno e sua blusa branca clássica devem ter movimento, não parecer engomado. E isso vale também para o cabelo, levemente desarrumados ou num coque simples trançado, vão embelezar o seu rosto e dar um look sexi mas elegante. É o estilo seguido pela Princesa Caroline de Mônaco.

Ter prazer.  Apesar da fixação com tons naturais e neutros, toda mulher francesa usa um item Glamour: salto alto, uma saia de couro, um delineador preto, uma gargantilha. O truque é apenas um item - nunca dois - e essa é a parte mais difícil.
Fazer investimentos.  Uma bolsa Vuitton, um lenço Hermes, um par de saltos Charles Jourdan, brincos de diamante ... esses clássicos sempre farão parte de um guarda-roupa chique, não importa sua idade. A jovem deve usá-los com jeans e rasteirinhas, as que tem um pouco mais de idade, com saias lápis e suéteres decotados. Uma mulher francesa vai usar (e manter impecável) sua bolsa Kelly pela vida inteira e simplesmente mudar as roupas em torno dela.
Seja ousada.  Prazer em ser mulher é a filosofia do estilo francês. Ele começa com a lingerie (seda, por favor) e inclui detalhes simples como um broche art decô ou um par de meias de renda. Vestir para destacar o que o seu corpo tem de mais bonito, usar peças básicas bem cortadas e se permitir pequenos toques excêntricos. Encontre algo que você ama e faça disso sua assinatura. Para a diva da costura Sonia Rykiel é uma nuvem de cabelo vermelho; para “street chic” Agnes B. é uma jaqueta de couro cropped. Para você, pode ser um cabelo de longo, um lenço no pescoço.

Ser discreta.  Menos é muito mais! Menos confronto de cor, menos blush, menos gel de cabelo, menos bugigangas, menos babados, e muito menos pele a mostra. Porém com um perfume arrebatador, francês, claro.
Estar preparada. Roupas devem ser bem mantidas. O mesmo vale para o cabelo e a maquiagem. Um cabelo com brilho em um rabo de cavalo simples dá uma aparência muito melhor do que um juba estruturada. Sobrancelhas feitas à perfeição diminuem a necessidade de sombra pesada e rímel.
Salão de beleza. Irônico, mas verdadeiro, o salão de beleza é essencial para o estilo francês "natural". Tratamentos faciais, tratamentos de cabelo, massagens sem fim (para manter as pernas sempre em minissaias) e tratamentos anticelulite são uma prática corrente, assim como a manicure semanal.

Espero que as dicas possam ser tão uteis para vocês quanto foram pra mim. “Et voilà”!!!